Home   Biografia   Diário do Vereador   Fazendo Leis   Na Mídia   Vídeos   Agenda   Perguntas Frequentes   Fale Conosco

Diário do Vereador


Voltar

04/03/2020
Vereador Daniel Annenberg recebe rabinos para colocação de mezuzot no gabinete

O vereador Daniel Annenberg teve a honra de receber, no dia 04 de março, em seu gabinete na Câmara Municipal de São Paulo, os rabinos David Weitman, da Congregação e Beneficência Sefardi Paulista Ten Yad; Michel Schlesinger, da Congregação Israelita Paulista (CIP); Yossi Alpern, do Beit Chabad Central, e Moti Begun, da Sinagoga Talmud Thorá e Escolas Gani-Lubavitch. “O Daniel é nosso legítimo representante na Câmara Municipal, defendendo os interesses da comunidade, e da população em geral”, afirmou o rabino David Weitman.

Daniel recepcionou com alegria os amigos da comunidade judaica para realizarem a colocação das mezuzot nas portas de seu gabinete, para trazer proteção e lembrar de nossa espiritualidade. Ao fixar a mezuzah no umbral do escritório do gabinete, o rabino Michel Schlesinger apontou uma peculiaridade. Colocada em posição inclinada - nem vertical, nem horizontal -, a mezuzah representa o caminho do meio: “Entre um pensamento extremo e outro, há sempre uma possibilidade intermediária. E, assim como na tradição judaica, o Daniel tem buscado esse meio termo desde a época do seu trabalho no Detran, depois no Poupatempo e na Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT), e agora na Câmara Municipal”, destacou o rabino Michel.  

Em tempos de crescente polarização política e aumento da intolerância, é preciso exercitar diariamente o respeito e a gentileza entre todos. Basta lembrar o recente episódio de antissemitismo protagonizado pelo vereador Adilson Amadeu (DEM), durante sessão no plenário da Câmara em dezembro último, quando chamou Daniel Annenberg de “judeuzinho filho da p...” enquanto os parlamentares decidiam se colocavam ou não em votação um projeto de lei de Amadeu que impõe uma série de restrições a motoristas de aplicativos, como Uber e 99.

Independentemente das crenças religiosas ou políticas de cada um, o mundo precisa de diversidade: "Trabalhar na Câmara implica, também, em conciliar posições antagônicas, cultivar a tolerância e o bom senso. Nesse sentido, a colocação das mezuzot por rabinos de diferentes congregações nos ajuda a encontrar esse equilíbrio, esse importante espírito de união", observou o vereador Daniel Annenberg.